Casando na Crise

quinta-feira, 29 de outubro de 2015




A mudança de consumo do brasileiro nos últimos meses chegou a todos os segmentos e é claro que o das festas foi bastante afetado. Sim, todos estamos com medo da crise e da insegurança econômica!
Mas sabemos, o Brasileiro é um povo que gosta MUITO de comemorar.
E aí? Faz como?
Não casa?
Ou casa assim mesmo?
Logicamente somos a favor do "casa assim mesmo"!
Se pararmos pra pensar, bem antes do Real entrar em vigor, a situação econômica do país era assustadora como agora.
Muito provavelmente nossos pais ou tios casaram nesta insegurança. Logicamente, havia quem podia comemorar com luxo e ostentação, mas a classe média fazia o que podia, e vamos combinar que, em uma Era sem quase informação.
Não tinha internet!
A organização era familiar. Muitas festas aconteciam na sala de casa ou era um "bolinho no salão da Igreja". Minhas tias casaram assim, eu me lembro bem. Meus pais também não tiveram a oportunidade de ter festa.
A grande verdade é que esse bum das grandes festas surgiu quando a economia se estabilizou e muitos pais puderam dar aos filhos aquilo que não puderam ter. E, claro, inúmeros casais que haviam apenas "assinado um papel no cartório" puderam realizar o sonho de celebrar como mereciam.
Eu mesma fiz incontáveis casamentos de gente que estava junto há bem mais que 10 anos e decidiu oficializar a união  naquele momento.
É isso, o brasileiro se vira como pode. Sempre!
E aí, temos você, neste momento, pensativa, querendo casar, mas vendo que os preços estão surreais, que as casas não parcelam mais com tanta facilidade e que no fundo, no fundo, está morrendo de medo de perder seu emprego ou da grana da sua familia não dar... Acertei?
Pois é, assim como você, muita gente está apavorada e, nesse mar de insegurança, a grande tendência é fazer casamentos pequenos. Sim, os mini weddings, que há anos eram referência de elegância para um seleto grupo de convidados, tornou-se a solução para casar sem que "passe em branco".
Plays, Quintal de Casa, Casa de Praia, Sítio, Terraço do Prédio, Salão da Igreja, Restaurantes, qualquer lugar pode-se tornar o cenário da sua celebração, basta boa-vontade e criatividade.
Pensando nisso, vou ajudar vocês a organizar um casamento econômico. Fiquem ligados nos próximos posts, vou dar dicas e exemplos e o seu casamento não será em branco.

Vamos nessa? ;)


Cerimônia Íntima, com apenas família ao redor


Um comentário:

  1. Realmente a crise afetou todos os seguimentos da economia. Não seria diferente neste segmento. Mas tenho certeza que as coisas voltarão a se normalizar logo logo, e quem não investir neste momento, pode até não casar neste ano... mas não deixará de casar!! então, o que precisamos é ser criativos e buscar alternativas para conseguirmos sobreviver nesta crise...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Casamento Prático - Cerimonial e Mini Weddings no Rio de Janeiro Copyright © 2011-2017 - Todos os Direitos Reservados