Não tenho dinheiro pra festa e agora?

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Nas últimas semanas tenho recebido e-mails com um asunto recorrente: a vontade de casar, esbarrando na falta de grana pra fazer festa.
Cada um tem suas razões, uns estão comprando a casa nova, outros estão cosntruindo, alguns já moram junto e querem apenas oficializar a união, outros terão que morar fora por razões variadas e há aqueles que simplesmente acham desnecessário gastar tanto dinheiro em uma noite. O que não faltam são motivos e vontade de casar, mesmo esbarrando na falta de dinheiro pra fazer a cerimônia e festa dos sonhos.
Muitos me escrevem à espera de um milagre e infelizmente não sou tão criativa a ponto de propor festa a custo zero, talvez as soluções que proponho não sejam 100% benvindas, mas não deixam de ser soluções!

Infelizmente, a indústria do casamento tem tomado proporções gigantescas nos últimos anos, criando um estresse enorme nas famílias com um ou até dois anos de antecedência para o grande dia.
A maior parte dos casais e famílias acabam sonhando com festas que entrarão para história, com mil e um tipos de lembranças, drinks e atrações. Só tem um detalhe que algumas famílias vem esquecendo: a importância real da celebração do matrimônio, seja celebrada por um religioso ou por um juiz de paz.

Escrevi este testamento gigantesco apenas para servir como um grande questionamento coletivo, o que importa pra você? Quem me escreve lamentando a falta de dinheiro e a grande vontade de casar deve se questionar sobre isso em primeiro lugar. E é o que eu tenho respondido. Se seu sonho é fazer uma grande festa e não há verba, adie o casamento e se prepare financeiramente para isso.
Mas se ainda assim pretende casar-se em breve, veja o que tenho sugerido...

Para Poucos

Esqueça as enormes listas de convidados e enumere apenas as pessoas de seu convívio diário e família. Case no civil ou na Igreja, convidando apenas os padrinhos, os melhores amigos e pais e avós. Faça um almoço ou jantar logo em seguida, tire fotos, curta o momento. Para quem faz questão do religioso, procure uma capela ou igreja bem pequenininha, assim seu custo será menor, especialmente com decoração. Depois da cerimônia, receba os convidados em um restaurante próximo ou em sua própria casa.
Caso deseje casar-se apenas no civil, case-se no próprio cartório e comemore em seguida. Quem viu Sex and The City O filme sabe que no fim das contas a Carrie foi muito mais feliz assim. :)



Cumprimentos na Igreja

Se a sua lista não consegue ficar pequena, faça a cerimônia na Igreja e informe no convite que os noivos receberão os cumprimentos na própria Igreja e despedem-se ali. Após a cerimônia, monta-se uma fila para que os convidados cumprimentem os noivos e podem ser distribuídos bem-casados ou chocolates aos convidados. É um gesto delicado em agradecimento a quem foi na Igreja prestigiar a união.

Adesão


Um última sugestão, que eu pessoalmente não gosto muito, mas que tem sido praticada é o almoço / jantar por adesão. Cada convidado arca com seu custo em um restaurante pré-definido pelos noivos. No convite deverá vir a informação de que o almoço ou jantar será por adesão. Ou pode-se fazer o convite como no caso anterior, informando que casal irá se despedir na igreja e avisar informalmente aos convidados qual é o combinado para depois da cerimônia, sempre deixando claro que cada um pagará a sua conta.

Read more...

Casamento Priscilla e Rodrigo - 10/10/2009

quarta-feira, 14 de outubro de 2009




A Mãe da Priscilla foi a mãe de noiva mais fofa do Universo. Ambas estiveram em minha casa em Julho pra fechar o cerimonial do dia, apenas para a Igreja. A Casa de Festas que elas haviam fechado a recepção já tinha cerimonial.
Os meses passaram rapidinho e faltando uma semana pro casamento, fizemos o ensaio na Igreja, com os noivos, os pais, dama e pajem e dois casais de padrinhos.
No sábado, dia 10, chegamos na Igreja de São José, na Lagoa, embaixo de uma chuva leve. Aguardamos o término da missa e rapidinho montamos o cortejo, enquanto o carro da noiva já se aproximava.
A decoração estava linda e super romântica. Toda em branco com velas e pontos de luz. A Flora Real Grandeza arrasou!
A Pri entrou na Igreja linda de braço dado com seu pai e o ponto alto da cerimônia ficou por conta dos músicos contratados(EntreAtto)um achado da mãe da noiva. A Ave-Maria cantada por eles foi uma das mais emocionantes que já ouvi.
Ao final da cerimônia, os noivos foram saudados com uma chuva de arroz, cordenada pela Paula, irmã da noiva.

No feriado, recebi um e-mail da Rosaura, mãe da noiva, que fez questão de agradecer a toda equipe que se envolveu no casamento de sua filha:

"Não poderia deixar de agradecer formalmente ao excelente trabalho desta grande equipe. Um trabalho que superou todas as expectativas que tinha para o casamento de minha primeira filha.
A começar pela igreja quando, mesmo embaixo de chuva forte, tivemos uma cerimônia belíssima e emocionante coordenada pela Fernanda Vianna (Casamento Prático). Fê, você foi um excelente apoio, meu braço direito e só posso dizer uma coisa: FOI LINDO. Transmita a Roberta e ao Leo meus sinceros agradecimentos."


Não há mais gratificante que isso. :)
Amo o meu trabalho!!!

Minha linda equipe deste casamento:




Desejo TUDO de bom pra essa família!

Read more...

Casamento Prático - Cerimonial do Dia | Cerimonialista | Mini Weddings | Rio de Janeiro Copyright © 2011-2017 - Todos os Direitos Reservados